14,Nov
Coluna

Lula e a cultura

Lula não é culto, no sentido mais comum do que é isto de ser culto.

Lula comete erros de linguagem ao falar, erros que os adversários não perdoam porque para muitos conhecer Camões, Rui Barbosa e os grandes escritores é mais importante do que perceber a alma popular, sofrer com o povo e alegrar-se com o povo. 

Lula não é culto como são cultas algumas pessoas que viajam ao Exterior e que ficam aborrecidas quando são indagadas a respeito do brasileiro mais conhecido fora do Brasil.

Lula não é culto mas apoiou a cultura. Poucos presidentes fizeram pela cultura e pela educação o que Lula fez.

Milhares de escolas foram edificadas em todo o território nacional, nos governos de Lula.

Nos dois mandatos de Lula, centenas de bibliotecas, localizadas em pequenas cidades, receberam doação de livros.

Os Prefeitos das cidades, onde este artigo for publicado, podem dar testemunho sobre este fato.

Lula fez jus ao vaticínio de Castro Alves:

Oh! Bendito o que semeia
Livros, livros à mão cheia
E manda o povo pensar!
O livro, caindo n”alma
É germe – que faz a palma,
É chuva – que faz o mar!

Lula semeou livros. Lula tudo fez para que a população brasileira tivesse mais cultura do que ele.

Lula, de metalúrgico foi a Presidente. Isto não é apenas uma glória para ele. Isso é uma glória para o Brasil. Bendito é o país que escolhe, pelo voto direto e secreto, um operário para a mais alta função da República. 

Jorge Ben Jor tem razão por se orgulhar do Brasil  – 

Moro num país tropical
Abençoado por Deus
E bonito por natureza.

Nenhum significado teria a publicação deste artigo, se Lula estivesse em Brasília, no Palácio Presidencial. O que não falta, neste mundo, são os bajuladores. Jamais gostaria de integrar esse tipo de gente.

Justamente porque Lula está preso – um preso político – é que me sinto muito à vontade para exaltar seu valor, mesmo Lula não sabendo que um juiz capixaba solidarizou-se com ele.

Quisera que Lula se lembrasse que também Tiradentes esteve preso. Sua sorte é melhor do que a do maior herói brasileiro. Tiradentes foi enforcado, Lula está vivo.

João Baptista Herkenhoff (ES)

124 Posts

Direito e Cidadania

JOÃO BATISTA HERKENHOFF, é Juiz de Direito aposentado. Foi um dos fundadores e primeiro presidente da Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Vitória e também um dos fundadores do Comitê Brasileiro da Anistia (CBA/ES). Por seu compromisso com as lutas libertárias, respondeu a processo perante o Tribunal de Justiça (ES), tendo sido o processo arquivado graças ao voto de um desembargador hoje falecido, porém jamais esquecido. Autor de Direitos Humanos: uma ideia, muitas vozes (Editora Santuário, Aparecida, SP).

Comentários