15,Dec

Ediel Ribeiro (RJ)

147 Posts

Coluna do Ediel

Ediel Ribeiro é carioca. Jornalista, cartunista e escritor. Co-autor (junto com Sheila Ferreira) do romance "Sonhos são Azuis". É colunista dos jornais O Dia (RJ) e O Folha de Minas (MG). Autor da tira de humor ácido "Patty & Fatty" publicadas nos jornais "Expresso" (RJ) e "O Municipal" (RJ) e Editor dos jornais de humor "Cartoon" e "Hic!". O autor mora atualmente no Rio de Janeiro, entre um bar e outro.

Coluna

O COMETA ITABIRANO

Rio - O cartunista mineiro Genin Guerra manda notícias de Itabira: "O Cometa Itabirano” está fazendo 40 anos. "O Cometa Itabirano” foi um dos jornais alternativos que ficou mais tempo em circulação no país.  Começou a circular em Itabira, terra natal do poeta Carlos Drummond de Andrade, no dia...

Coluna

TOM JOBIM - 25 ANOS

Antônio Carlos Jobim (Imagem Internet) Rio - Vivo perdendo avião.  Vivo perdendo chaves, carteira, senhas - tenho uma coleção delas, que logo são substituídas quando esqueço a anterior.  Sou totalmente esquecido. De tudo. Não lembro do aniversário dos meus filhos, da minha namorada n...

Coluna

BOLSONARO E A FOLHA DE SÃO PAULO

Rio - Se tem um órgão do Governo Federal que trabalha - e muito - é o Departamento de Recuos e Desmentidos (DRD). Ligado à Secretaria de Comunicação - SECOM, o DRD funciona numa salinha nos fundos do Palácio do Planalto, sob o comando do secretário especial Fabio Wajngarten. Todo mundo sabe qu...

Coluna

REINALDO, UM CARTUNISTA DO CASSETA

Rio - Um vez, perguntei ao Jaguar quem ele achava o melhor cartunista brasileiro.   Ele mandou: Reinaldo. Com essa credencial, Reinaldo foi admitido no “Clube dos Grandes Cartunistas Brasileiro”, com direito a carteirinha e tudo. Reinaldo Batista Figueiredo é humorista, cartunista, ilustrad...

Coluna

O PASQUIM E A CENSURA, DE ONTEM E DE HOJE

Rio - “O Pasquim” faz 50 anos e ganha homenagens e exposições em São Paulo.  Aqui no Rio, onde ele nasceu, cresceu e fez enorme sucesso, nem um “parabéns pra você!” A cultura no Brasil está agonizando, mas, aqui no Rio de Janeiro, parece que já morreu.  reprodução Desde que Jair Bols...

Coluna

VERISSIMO, O CARTUNISTA

Luis Fernando Verissimo Rio - Nas poucas vezes em que estive com Verissimo, falamos sobre As Cobras. Para quem não sabe - com certeza, poucos - o consagrado cronista, escritor, roteirista, tradutor e, quando tem tempo, saxofonista, Luis Fernando Veríssimo - que já desenhava antes de escrev...

Coluna

SÓ DÓI QUANDO EU RESPIRO

Rio - Nos anos 70, quando eu era flagrado lendo a “Playboy” - revista de mulher pelada - meu álibi era bastante criativo: “Estou vendo os desenhos do Caulos”. As páginas com os desenhos do Caulos me salvaram, várias vezes, de levar broncas homéricas da minha mãe. Caulos publicava em todas as r...

Coluna

ADEUS, SON SALVADOR

Rio - Son Salvador jogava nas onze. Cartunista esportivo dos mais influentes jornais de Minas Gerais, Son Salvador era um dos craques do humor mineiro.  Nascido, Gerson Salvador Pinto, em Sabará, interior de Minas, em 1949, estudou desenho artístico e ainda jovem veio morar em Belo Horizonte. ...

Coluna

A REFORMA DA PREVIDÊNCIA E OS APOSENTADOS

Rio - O Governo Federal afirmou que se as pessoas continuarem se aposentando cedo demais isso custaria R$ 700 bilhões ao Tesouro Nacional e quebraria a Previdência Social. Isso tem prejudicado o relacionamento do governo com os aposentados que pareciam se dar bem um com o outro. Bolsonaro só c...

Coluna

ADÃO, O ZÉFIRO MODERNO

Rio - Adão Iturrusgarai é o Carlos Zéfiro moderno. Assim como o funcionário público Alcides Aguiar Caminha se escondia atrás do pseudônimo Carlos Zéfiro, Adão se esconde atrás do nome Aline. Às vezes, atende também por Rock ou Hudson. Além de desenhar pra cacete, Adão também escreve muito b...

Coluna

NICOLIELO

Rio - Sempre li jornal.  Lia, diariamente, o “Jornal do Brasil”, a “Folha de São Paulo” e o “Jornal da Tarde”. O JB e a Folha porque, para mim, sempre foram os melhores jornais do país e o JT por causa da irreverência, a malícia e o deboche que permeavam seu noticiário. O “Jornal da Tarde”...

Coluna

MILSON, O PAI DA MARLY

Vitória (ES) - Saímos, eu e a Sheila, às 17h do Aeroporto Eurico de Aguiar Salles, em Vitória.  No caminho para o hotel, o motorista do táxi, muito simpático,  ao saber que eu era carioca e cartunista, puxou uma conversa sobre o cartunista, ator e escritor Milson Henriques.  Fiquei impressiona...

Coluna

ALCY, O CARTUNISTA E A CENSURA

“Se eu fosse cartunista, daria um jeito de desenhar uma estrela com a cara e o jeito do cartunista Alcy”.  (Assis Ângelo, jornalista) Rio - O poeta Ferreira Gullar, numa conversa com Jaguar, disse que Murilo Felisberto, editor do “Jornal da Tarde”, de São Paulo, estava precisando de um cartun...

Coluna

A CULPA É DO BORJALO

Rio - Já culparam Borjalo por muitas coisas.  De ter vendido a alma a Roberto Marinho e até de ser censor, por conta dos 36 anos que passou na “Rede Globo”. A maioria por ciúmes e inveja, é certo. Mas, de uma coisa o Borjalo é culpado: pelo Jaguar. Sem Borjalo, não existiria Jaguar – pelo m...

Coluna

CRAU E “AS PERIQUITAS”

Rio - Na mitologia grega, Medusa era uma mulher que tinha serpentes em vez de cabelos e transformava em pedra todos os que olhassem direto para o seu rosto. Com o humor das cartunistas, é assim.  É difícil encarar o traço das meninas sem ficar parado, extasiado, quase petrificado. Lembrei-m...

Coluna

ALBENIZA GARCIA, UMA PIONEIRA

Rio - Aos 13 anos de idade, Nelson Rodrigues foi parar em uma redação de jornal, era o ano de 1925.  Tendo que escolher uma editoria para a qual trabalhar, não teve dúvida: a reportagem policial. Assim, Nelson Rodrigues começava sua trajetória jornalística em “A Manhã”.  Aos 18 anos, Albeniza...

Coluna

APPE E "O CRUZEIRO"

Rio - Bons tempos aqueles em que em todas as bancas de jornais você encontrava a revista “Cruzeiro”. E em todas as barbearias, também. A “Cruzeiro”, revista semanal ilustrada, lançada no Rio de Janeiro, em 10 de novembro de 1928, era o maior sucesso editorial da época.  A revista, que origi...

Coluna

DINO E O REI

Rio - “Puñheta” foi um jornalzinho que morreu antes de nascer. Em 2005, estávamos, eu, Ykenga, do jornal “O Povo”; Ferreth, do “O Dia” e Leonardo do jornal “Extra” bolando um jornalzinho de humor que se chamaria "Puñheta".  Diagramamos, convidamos os colaboradores, fizemos a “boneca” e levamos...

Coluna

MENDEZ, UM MESTRE

Rio - No final dos anos 70, quando fui trabalhar no jornal “Tribuna do Povo”, encontrei na redação, no meio de uma pilha de jornais velhos, o livro “Como Fazer Caricaturas”,  do cartunista Mendez. Eu começava a rabiscar minhas primeiras caricaturas, e fiquei encantado com aquele livro em que o me...

Coluna

AGNER E O PLANETA DIÁRIO

Rio - O carioca adora rir e é apaixonado por futebol.  No Rio, um veículo unia essas duas paixões. Era o “Jornal dos Sports”. Conhecido pelos leitores como o JS ou o cor-de-rosa. O “Jornal dos Sports” foi um diário de notícias esportivas criado pelo jornalista Argemiro Bulcão, em 13 de março d...

Coluna

VILMAR RODRIGUES

Rio - A redação da revista “MAD” era uma redação muito louca. Às cinco da tarde, invariavelmente, começava a rolar uísque, cerveja, pinga... Todo mundo bebia. Todo mundo, menos o cartunista Vilmar Rodrigues, que, ironicamente, morreu de cirrose. Vilmar por Bira Dantas (divulgação) A vid...

Coluna

CLAUDIUS, O QUIXOTE DO HUMOR

Rio - Em uma charge do cartunista Liberati, o entrevistador diz para o Dom Quixote: “seu currículo é ótimo, senhor Quixote, mas não estamos mais derrubando moinhos". Claudius deu um tempo no desenho porque não tinha mais moinhos para derrubar. Foi trabalhar com a educação de crianças em vários pa...

Coluna

CONCEIÇÃO CAHÚ, UMA PIONEIRA

Rio - O cenário das mulheres no cartum brasileiro está mudando.  Nos anos 60 e 70, o meio era muito machista. No mundo da charge e do cartum nacional, poucas mulheres pontificavam.  Desde a seminal Nair de Teffé (1886-1981), que teve que mudar seu nome para Rian (Nair ao contrário) para poder...

Coluna

TIM LOPES, UMA LENDA

Rio - Segundo Jaguar, Otávio Ribeiro, um dos grandes jornalistas investigativo brasileiro, era um Guimarães Rosa urbano. Para mim, Tim Lopes, outro grande da crônica policial, era o Nelson Rodrigues. Sua vida e morte dariam uma peça do dramaturgo carioca. Pouco resta dos tempos áureos do jorna...

Coluna

O PINGENTE

Rio - Eles tinham atrás deles “O Pasquim”, o maior fenômeno editorial da imprensa brasileira. Foi pendurados na fama do “O Pasquim” que Nani, Duayer, Guidacci, Coentro e Jésus Rocha, fundaram o “Pingente”. No fundo, o “Pingente” era um jornalzinho anarquista, misto de “O Pasquim”, “Harakiri” e...

Coluna

LOR, DR. HUMOR

Rio - Há uns vinte anos, eu editava o “Cartoon” - um jornalzinho de humor que publicava “os orfãos do Pasquim” - quando fui “apresentado” ao chargista LOR.  Eu selecionava os cartuns que entrariam no segundo número do jornal quando encontrei na minha mesa uma charge fantástica, que tinha sido pub...

Coluna

GEANDRÉ, A OVELHA NEGRA

Arlindo Rodrigues, o Geandré (Foto: Divulgação) Eu achava lindo o desenho feio do Geandré. Era fã dos cartunistas que tinham o traço tosco, incerto, trêmulo, quase infantil, como o meu.  Um deles, era Geandré. O desenho dele, como o do Jaguar, possui um encanto que vem da feiura do seu...

Coluna

HUMORDAZ, UMA VÍTIMA DA DITADURA

Capa da primeira edição do Humordaz (Foto: Divulgação) Rio - Anos 70. Vivíamos - com a implantação do AI-5 -, o auge da Ditadura Militar no Brasil. Foram anos de massiva propaganda militar, falta de liberdade, censura e perseguições. Jornais e revistas eram fechados, empastelados ou viviam...

Coluna

SÉRGIO CABRAL, UM CARIOCA

Rio - Conheci o jornalista, escritor e produtor Sérgio Cabral, quando eu produzia, na rádio “Metropolitana” -AM,  um programa de humor esportivo chamado “PRK7”.  Mas, a minha admiração por ele vem da época de “O Pasquim”.  Já acompanhava sua carreira no “Ùltima Hora”, do jornalista Samuel Wain...

Coluna

ALDIR BLANC, O PROUST DE VILA ISABEL

Aldir Blanc (Foto: Divulgação) Rio - Já dividi esse espaço aqui, no jornal “O Dia”, com grandes jornalistas. Entre eles, Jaguar, Luís Pimentel e Aldir Blanc. Sim, ele mesmo, Aldir Blanc, o poeta, músico e compositor de muitas das mais belas canções da MPB. Não vou falar aqui do autor de...

Coluna

GUIDACCI, UM CHARGISTA URBANO

Na foto, Guidacci (esq) e Ediel Ribeiro (Foto: Ediel Ribeiro/Arquivo pessoal) Rio - Conheci Guidacci no “Última Hora”, do Samuel Wainer.  Alguns anos depois, voltei a revê-lo na Ilha Grande (RJ), num salão de humor, criado por um amigo comum, o cartunista Ferreth. Viramos amigos. Boê...

Coluna

AFO, UM CRAQUE

Afonso Celso Duarte, o Afo (Foto: Divulgação) Rio - O ano era 1976. Lembro como se fosse hoje, o dia em que abri uma revistinha de humor e “uma penca” de cartunistas, irônicos, ferozes e mordazes surgiram na minha frente. Era o “Almanaque do Humordaz”. A revistinha, uma espécie de “P...

Coluna

REDI, NOSSO HOMEM EM NY

Sylvio Redinger, o Redi (Foto: Divulgação) Rio - Sylvio Redinger - ou simplesmente Redi, como ele assinava - era o nosso homem na terra do Tio Sam. Redi nos redimiu (ops!) do nosso complexo de vira-lata, de Nelson Rodrigues. O brasileiro sempre foi um narciso às avessas, que cospe na pr...

Coluna

TARSO DE CASTRO, O MALDITO

Tarso de Castro (Foto: Divulgação) Rio - Quando comecei no jornalismo, no extinto “Luta Democrática”, queria ser igual ao Tarso de Castro. Todo jovem jornalista, idealista e sonhador, da minha época, queria ser igual ao Tarso.  Tarso não era só um jornalista, era um excelente repórter,...

Coluna

Luiz Gê e “O Balão”

Rio -  No final da década de 70, quando se mudou com seus personagens para São Paulo, Henfil dizia: “As coisas estão acontecendo em São Paulo. Tudo acontece lá. Na área cultural e política”. E estava. No Rio de Janeiro, tinha a patota do “Pasquim”. Só. Em São Paulo nascia a ADesp (Associaçã...

Coluna

O BARÃO DE ITARARÉ, UMA BIOGRAFIA 

Fernando Aparício de Brinkerhoff Torelly, o Barão de Itararé (Foto: Divulgação) Rio - Fernando Aparício de Brinkerhoff Torelly, nasceu em 29 de janeiro de 1895, numa diligência a caminho da fazenda do avô, no Uruguai. Num lugar incerto e não sabido.  O pai descendia de italianos. A mãe era...

Coluna

TONINHO MENDES, HERÓI DO QUADRINHO NACIONAL

Arte: Ediel Ribeiro Toninho Mendes foi para os quadrinhos o que Jaguar foi para o cartum. Conheci Toninho Mendes, através do seu trabalho à frente da Circo Editorial, editora criada por ele nos anos 80.  Na lendária casa de quadrinhos, fundada em 25 de abril de 1984, ele editou a “Chicl...

Coluna

CIÇA E O PATO

Cartunista Ciça (Foto: Divulgação) Tivemos, no passado, poucas cartunistas mulheres. Destacaram-se Hilde Weber e Nair de Teffé (Rian).  Embora a profissão ainda seja predominantemente masculina, hoje, são várias:  Chiquinha, Pryscila Vieira, Cynthia B, Rosa Araujo, Alexandra Moraes, Suelen...

Coluna

MILLÔR FERNANDES, UM ESCRITOR SEM ESTILO

Legenda Rio - Millôr Fernandes foi outro cartunista que conheci em 1980, no lançamento do livro “Natureza Morta e Outros Desenhos do Jornal do Brasil” , do Chico Caruso.  Como tinha gente talentosa, naquela noite, em Ipanema! além do Millôr, estavam lá, Chico, Paulo Caruso, Ziraldo, Nani,...

Coluna

MINHA TARA POR PÉS

Divulgação Rio - Coisa chata é ser apresentado a uma pessoa que você sabe quem é, mas não lembra o nome de jeito nenhum. Aprendi com o dr. Drauzio Varella, que esse constrangimento se deve ao fato de que a área cerebral envolvida no reconhecimento de faces é separada daquela responsável pe...

Coluna

O BOM DO MAU HUMOR - parte II

Arte: Ediel Ribeiro Rio - Adoro frases. A frase é a poesia sintética.  Durante anos reuni frases, textos e citações onde reflito sobre tudo - às vezes crÍtico, às vezes cáustico - sem nenhuma condescendência e com fortes doses de bom humor. São mais de oitocentas frases postadas no site...

Coluna

LAN, UM TERRORISTA LIGHT

Ediel Ribeiro e Lan (Foto: arquivo pessoal) Rio - O cartunista Jaguar sempre admitiu que não sabia fazer caricaturas de pessoas. Quando tinha que fazer a caricatura do Carlos Lacerda, por exemplo, usava a idéia do Lan.  Eu também comecei copiando o Lan. Num dos encontros que tivemos - quan...

Coluna

O BOM DO MAU HUMOR

Rio - Adoro frases. A frase é a poesia sintética.  Durante anos reuni frases, textos e citações onde reflito sobre tudo - às vezes crÍtico, às vezes cáustico - sem nenhuma condescendência e com fortes doses de bom humor. São mais de oitocentas frases postadas no site Pensador.com (pens...

Coluna

CARTUNISTAS E MÚSICOS

Rio - Vida difícil a de cartunista. Quando comecei a desenhar e tive meu primeiro cartum publicado, cheguei em casa, todo bobo com o jornal na mão  e falei pra minha mãe: “mãe, eu vou ser cartunista!”  "Cartomante!!?" E eu: "Não, mãe. Cartunista. Desenhista de humor. É isso que eu...

Coluna

LUTA DEMOCRÁTICA

Capa do jornal luta democrática (Foto: Divulgação) Rio - Dei meus primeiros passos no jornalismo no jornal “Luta Democrática”, fundado em 3 de fevereiro de 1954, pelo político fluminense Tenório Cavalcanti.  No seu auge, em 1962, o jornal chegou a circular com uma tiragem de 150 mil exempl...

Coluna

A POLÊMICA NANA CAYMMI

Nana Caymmi (Foto: Ediel Ribeiro/Arquivo) Rio - Um dia, num papo com a cantora carioca, Nana Caymmi, no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, ela me disse: “ tudo o que você faz, escreve ou canta tem que provocar controvérsias, mexer com os babacas. Isto prova que você disse alguma coisa releva...

Coluna

BOURBON STREET 

Rio - Quando perguntaram ao poeta Mário Quintana porque ele não saia de Porto Alegre, ele disse que não havia nada mais provinciano que morar no Rio ou São Paulo. Concordo.  Já não é mais moda morar no Rio ou São Paulo. As duas cidades já não tem a beleza, sofisticação e o glamour de antigamen...

Coluna

GLAUCO, o Picasso do cartum

Glauco Villas Boas (Arte: Nei Lima) Rio - Esbarrei com Glauco pela primeira vez em 1978, quando ele ganhou, pelo segundo ano consecutivo, o grande prêmio do Salão Internacional de Humor de Piracicaba (SP). Outra vez, foi em 1991, junto com “Los Três Amigos”, na Bienal de Quadrinhos, na Fun...

Coluna

OS ESCRITORES E SUAS MANIAS

Rio - Confesso, tenho minhas manias. Não cobrir os pés à noite, é uma delas.  Depois que comecei a escrever romances - que me obrigam a ficar horas em frente ao computador - ganhei manias novas.  Por exemplo, só escrevo ouvindo jazz e bebo aproximadamente vinte canecas de café por d...

Coluna

O BUNKER DO HENFIL

Henfil (Foto: Divulgação) Rio - Vivo na ponte-aérea. Moro no Rio e minha editora fica em São Paulo.  Em Sampa, a noite, depois do trabalho, saio pela cidade à caça de um bom boteco.  Dessa vez, fui parar no Lambe-Lambe, um barzinho em Higienópolis, com uma agradável varanda e o salão...

Coluna

Entrevista com o cartunista Ediel Ribeiro - Parte III

Ediel Ribeiro é jornalista, escritor e cartunista. Autor de “Patty & Fatty” uma tira de quadrinhos nacional, de humor ácido, publicada desde 2003, no jornal “O Municipal”, do Rio de Janeiro. A tira foi publicada também na revista “Megazine”, do jornal “O Globo”, no jornal “Expresso”, do Rio de Ja...

Coluna

Entrevista com o cartunista Ediel Ribeiro - Parte II

Cartunista, jornalista e escritor Ediel Ribeiro (Foto: Divulgação) Ediel Ribeiro é jornalista, escritor e cartunista. Autor de “Patty & Fatty” uma tira de quadrinhos nacional, de humor ácido, publicada desde 2003, no jornal “O Municipal”, do Rio de Janeiro. A tira foi publicada também na r...

Coluna

Entrevista com o cartunista Ediel Ribeiro - Parte I

Cartunista Ediel Ribeiro (Foto: Divulgação) Ediel Ribeiro é jornalista, escritor e cartunista. Autor de “Patty & Fatty” uma tira de quadrinhos nacional, de humor ácido, publicada desde 2003, no jornal “O Municipal”, do Rio de Janeiro. A tira foi publicada também na revista “Megazine”, do j...

Coluna

MODISMO

Pochetes estão na moda novamente (Foto: Reprodução/Instagram) Rio - Tenho muito medo dos modismos. Especialmente, dos que vão e voltam. Como as ombreiras e a pochete. É, por vezes, os modismos vão e voltam, e quando voltam somos tomados por uma enorme surpresa, sempre com aquele ar de “...

Coluna

SÉRGIO BERNARDES, UM GRANDE HUMANISTA

Rio - No final dos anos 90, fomos, eu e o músico, cantor e compositor Marcus Lucenna, entrevistar o arquiteto Sérgio Bernardes, um dos maiores nomes da arquitetura brasileira. Sérgio é arquiteto, urbanista, designer, escritor, poeta e, sobretudo, um humanista incompreendido pelo seu tempo. O p...

Coluna

A menor Big Band do mundo

"A vida é a arte do encontro. Embora haja tantos desencontros pela vida..." Os versos de "Samba da Benção", escrito por Vinícius de Moraes (em parceria com Baden Powell), ilustra dois dos maiores encontros da Música Popular Brasileira. O primeiro, aconteceu em 1965, no Bar Villarino, no centro...

Coluna

CARLITO MAIA - A CARA DO PT

Carlito Maia (Foto: Divulgação) Rio - Estamos vivendo uma crise profunda. Política, econômica e ética. Falta água, o desemprego aumenta, a indústria entra em colapso, a violência se espalha, as epidemias crescem e as escolas formam analfabetos funcionais. Em meio a tudo isso, envolvi...

Coluna

JAGUAR: CONFESSO QUE BEBI

Jaguar (Arte: Nei Lima) Rio - Jaguar é um dinossauro do humor. Movido a álcool. O cartunista Otélo Caçador me disse uma vez que quem nunca bebeu com Lúcio Rangel, não podia ser considerado carioca. A frase se aplica bem ao cartunista Jaguar. Eu já bebi com Jaguar. Aliás, todo mundo j...

Coluna

DON ROSSE CAVACA

Rio - Sou um apaixonado por frases.  Admiro pessoas com talento para escrever frases curtas e citações inteligentes.  Don Rosse Cavaca, era bom nisso. Além de grande frasista, Cavaca foi jornalista, publicitário, radialista, ator e humorista.   Nascido, José Martins de Araújo Jún...

Coluna

ENTREVISTA COM O CARTUNISTA OTÉLO CAÇADOR - PARTE III

Otélo Caçador (Arte: Chico Caruso) Rio - Na década de 90, eu editava o “Cartoon”, um jornal de humor com “os órfãos do Pasquim”, uma galera, que, com o fim do semanário carioca, ficou sem ter onde publicar. Junto com os cartunistas Jaguar (Pasquim), Ykenga (O Povo), Ferreth (O Dia) e Leonardo...

Coluna

ENTREVISTA COM O CARTUNISTA OTÉLO CAÇADOR - PARTE II

Otélo Caçador com a camisa do Flamengo, seu time de coração (Foto: Divulgação) Rio - Na década de 90, eu editava o “Cartoon”, um jornal de humor com “os órfãos do Pasquim”, uma galera, que, com o fim do semanário carioca, ficou sem ter onde publicar. Junto com os cartunistas Jaguar (Pasquim),...

Coluna

ENTREVISTA COM O CARTUNISTA OTÉLO CAÇADOR

Na década de 90, eu editava o “Cartoon”, um jornal de humor com “os órfãos do Pasquim”, uma galera, que, com o fim do semanário carioca, ficou sem ter onde publicar. Junto com os cartunistas Jaguar (Pasquim), Ykenga (O Povo), Ferreth (O Dia) e Leonardo (Extra), fui entrevistar Otélo Caçador.  Oté...

Coluna

MARIZA… E DEPOIS A MALUCA SOU EU!

Mariza Dias (Foto: Divulgação) Rio – Mariza Dias, recém-falecida aos 66 anos, foi uma artista diferenciada e única. Quando nos conhecemos, no final dos anos 70, na redação do Pasquim - em uma de suas vindas ao Rio - eu não bebia nada, ela já bebia muito. Magricela, pernas finas, estava sem...

Coluna

MARCELINHO, 57 ANOS DE O GLOBO

Rio - “Uma imagem vale mais que mil palavras.”  A frase é de autoria do filósofo chinês Confúcio, mas, certamente, foi pensada por Roberto Marinho, em abril de 1962, quando contratou Marcelo Monteiro para ilustrar as páginas de “O Globo”. Marcelo nasceu na rua Mayrink Veiga, no centro...

Coluna

LUSCAR, O CRIADOR  DO  DR. BAIXADA

Luis Carlos dos Santos, o Luscar (Foto: Divulgação) Rio - Luscar e eu temos uma coisa em comum: histórias com  personagens da Baixada. Tanto que ele batizou seu personagem mais famoso de Dr. Baixada. Capa preta, chapéu e metralhadora, o personagem foi criado inicialmente para a revista...

Coluna

MAYRINK, UM MINEIRO BOM DE “CAUSOS” E TRAÇOS

Na imagem, da esquerda para a direita, Guidacci, Ediel e Mayrink (Foto: Divulgação Tímido, como todo bom mineiro, Mayrink vinha evitando conversar com o jornal. Dessa vez, pegamos ele em Búzios e fizemos – eu e o jornalista Gustavo Medeiros – uma ótima entrevista com o cartunista. O papo, par...

Coluna

MAYRINK, UM MINEIRO BOM DE "CAUSOS" E TRAÇOS - 2

Tímido, como todo bom mineiro, Mayrink vinha evitando conversar com o jornal. Dessa vez, pegamos ele em Búzios e fizemos – eu e o jornalista Gustavo Medeiros – uma ótima entrevista com o cartunista. O papo, para os jornais  “O Folha de Minas” , “Hic!” e o blog “Tribuna HQ”, rolou no boteco Captain´s...

Coluna

MAYRINK, UM MINEIRO BOM DE "CAUSOS" E TRAÇOS

Búzios (RJ) - Tímido, como todo bom mineiro, Mayrink vinha evitando conversar com o jornal. Dessa vez, pegamos ele em Búzios e fizemos – eu e o jornalista Gustavo Medeiros – uma ótima entrevista com o cartunista. O papo, para os jornais  “O Folha de Minas” , “Hic!” e o blog “Tribuna HQ”, rolou no bo...

Coluna

OS 50 ANOS DO PASQUIM

Edição d'O Pasquim (Foto: Divulgação) Rio - Há 50 anos, o país vivia sua pior ditadura. Eram os anos de chumbo do governo Medici. Um dos períodos mais sombrios e conturbados da história do Brasil. O AI-5 fora decretado e parte da imprensa estava sob censura. Jornais foram fechado...

Coluna

DUAYER, UM MINEIRO BOM DE TRAÇO

Da esquerda para a direita: Jesus Rocha, Duayer, Nani e Coentro. Em pé, atrás: Guidacci (Foto: Divulgação) Rio - Quem nunca leu o “Pasquim”, não pode ser considerado carioca.  Mas, mesmo quem não é carioca ou nunca leu o semanário, já ouviu falar em Duayer. Afinal, esse mineiro da peque...

Coluna

PAPO DE BOTEQUIM

Ediel Ribeiro, jornalista e cartunista Rio - Numa quarta-feira de fevereiro, antes de um Flamengo e Vasco, fui a Câmara dos Vereadores receber uma Moção de Honra, concedida pelo Vereador Pedro Porfírio. Na mesma solenidade, outros jornalistas também foram homenageados pela luta em prol da...

Coluna

ABAIXO O PATRULHAMENTO

Rio - O patrulhamento tá foda! Tem leitor - são poucos, mas tem - dos meus textos que se ofende quando a gente escreve "merda", "porra" ou outro palavrão qualquer. Calma, gente! Explico: Sou um jornalista da época do Pasquim. O Pasquim, pra quem não sabe, foi um tablóide de humor...

Coluna

VIVA, CANINI

Auto-retrato Canini Rio - Luis Fernando Veríssimo era fã do Canini.  Aliás, todo mundo era fã do Canini. Veríssimo disse uma vez: “Há dois tipos de cartunistas: O Canini e os outros.” Renato Vinícius Canini, é considerado um dos mais influentes mestres do cartum brasileiro.  Nasce...

Coluna

IBRAHIM SUED, SORRY PERIFERIA

Rio - Os mais jovem - com certeza - nunca ouviram falar; mas a coluna social foi, em sua época, o que é agora as redes sociais: uma verdadeira mania.  Cada jornal tinha a sua. O Dia tinha a sua. O Jornal do Brasil tinha a sua. A Folha de São Paulo tinha a sua...Mas nenhuma alcançou a notoriedade...

Coluna

A MÃE DO PASQUIM

Edição d'O Pasquim (Foto: Divulgação) Rio - Mãe só tem uma. Pai, ele teve vários: Tarso de Castro (editor), Jaguar (editor de humor), Sérgio Cabral (editor de textos), Carlos Prosperi (editor gráfico), Claudio Ceccon e Murilo Pereira Reis. O velho jargão, “mãe só tem uma”, ainda que...

Coluna

PESO MORTO

Rio - Como vocês devem saber, o país está à beira do abismo. A economia afundando, os juros subindo, o desemprego em alta, a educação em baixa. Nunca houve uma balbúrdia como nos últimos meses. O presidente da República não tem credibilidade nem se empenha para conduzir uma administraç...

Coluna

BOLSONARO E OS APOSENTADOS

Arte: Nani Rio - Adoro os filmes policiais. Gosto, principalmente, dos seus clichês. Quem nunca viu a cena em que o bandido coloca a arma na cabeça da vítima e fala para o mocinho: “entregue o dinheiro ou eu estouro os miolos dela!” Bolsonaro, com certeza, já viu. Neste sábado, sem...

Coluna

O FIM ESTÁ PRÓXIMO

Arte: Nani Rio - Acreditem se quiserem, o governo Bolsonaro está chegando ao fim.  Governo sem crise, todos sabem, não existe. Mas Jair Bolsonaro tem exagerado. Porém, nem mesmo o mais radical dos críticos petistas,  poderia imaginar que isso aconteceria em menos de seis meses. Bolso...

Coluna

O GURU DO PRESIDENTE

Arte: Nani Rio - Um veterinário na Casa Civíl, eu até entendo. É sempre bom ter um médico por perto. Agora, uma pastora evangélica na Funai e um economista no Ministério da Educação, já é demais. Quem escolhe os Ministro do Bolsonaro? Que critério ele usa? Cara ou coroa? Mamãe mandou? P...

Coluna

BOLSONARO E AS MULHERES

Arte: Nani Rio - Jair Bolsonaro já foi condenado a pagar R$ 50 mil por danos morais à população negra e R$ 150 mil por ofensas aos homossexuais.  O presidente também já foi denunciado ao STF por crime de incitação ao estupro.  O motivo foi uma agressão verbal feita a ex-colega de Câmara...

Coluna

JOÃO SALDANHA, UMA FERA

Rio - João Saldanha era um dos meus ídolos no jornalismo. Era fã do “João Sem Medo”. O gaúcho João Alves Jobim Saldanha foi um dos melhores jornalistas brasileiro. Audacioso, crítico, e de personalidade forte, não levava desaforo pra casa. Além de jornalista, escritor e técnico de futebol,...

Coluna

ZIRALDO, DRUMMOND E O PIPOQUEIRO DA ESQUINA

Rio - Não é sempre que você esbarra com um cartunista famoso - ainda mais com o Ziraldo - por aí. Mas naquele sábado, no Restaurante Martinez, no Leme- RJ, ele passou o dia comemorando seus 80 anos com um punhado de cartunistas.   Rolava, ali, o 10º Encontro Anual dos Cartunistas e o pai do Men...

Coluna

O JORNAL DE PAPEL

Rio – Sou do tempo em que jornal era feito de papel. Na unha: past-up, tesoura, cola, filmes... Na montagem, montar um jornal era colar, abrir janelas para fotos, cortar títulos, compor… Dava um trabalhão. Nas oficinas, os jornais distribuíam um litro de leite para cada funcionário da linot...

Coluna

O DIA QUE JORGE NUNES ROUBOU MINHA COLUNA

Rio - Jorge Nunes era um jornalista e radialista dos bons. Vascaíno doente, trabalhava na Light e largou tudo para viver o sonho de ser radialista.  Tava no sangue.  Começou numa rádio menor, até ser levado pelo Washington Rodrigues para a Super Rádio Tupy.  Fez muito sucesso integrando...

Coluna

NILSON, O QUARTO MOSQUETEIRO

Rio - Nilson, para mim, era um dos “Três Mosqueteiro do Humor”, de Minas Gerais - que, como no romance do escritor francês Alexandre Dumas, eram quatro: Henfil, Ziraldo, Nani e Nilson.  Conheci Nilson Azevedo - "o cartunista anônimo mais famoso de Belo Horizonte", como ele mesmo se definia - quan...

Coluna

A ESCRITORA E A DITADURA

Rio - Cassandra Rios, por sua importância na literatura, seu pioneirismo, ousadia e, principalmente, por sua temática homossexual, foi a mais lida e censurada escritora brasileira.  Quando comecei a pesquisar e fazer entrevistas para escrever meu novo livro “Cassandra”, me deparei não apenas com...

Coluna

PIXINGUINHA E A ARTE DO IQUE

Rio - No Bar da Portuguesa, em Ramos, finalmente, fui apresentado a nova arte do amigo Ique. Não tão nova. Em 2004 já me chamava a atenção, encostada num poste de Ipanema, a estátua de Luiz Lopes, “O Corneteiro”, herói desconhecido das batalhas pela independência do Brasil. Mas, confesso, não sab...

Coluna

O LIVRO DE SINÉ

Rio - Siné - cartunista do jornal satírico Charlie Hebdo (1928 - 2016)  - foi um dos desenhistas de maior sucesso na França. Veio para o Brasil depois que sua revista "L´enragé", foi interditada pelo governo francês. Fugiu às pressas, perseguido pela polícia de De Gaulle, por ter se juntado ao...

Coluna

JOVELINA, A PÉROLA NEGRA DO SAMBA

Rio - Há vinte anos o samba perdia Jovelina Pérola Negra. A cantora que nos deixou em 2 de novembro de 1998, era uma verdadeira jóia da nossa cultura popular. Cantora e compositora de voz rouca e forte, era considerada herdeira do estilo de Clementina de Jesus. Nasceu, Jovelina Faria Belfor...

Coluna

UMA HISTORIA DO CACIQUE

Rio - Moramos, eu e a Irene, durante muitos anos, ao lado da tradicional quadra do Bloco Cacique de Ramos, na Rua Uranos. Da minha janela, dava pra ver a famosa Tamarineira. Éramos frequentadores assíduos do Bloco. Irene, ensaiava as princesas - a jornalista Glória Maria foi a primeira princes...

Coluna

NÁSSARA

Rio - Conheci Nássara em novembro de 1980, no lançamento do livro “Natureza Morta e Outros Desenhos” do Chico Caruso, na época, chargista do Jornal do Brasil. Os grandes nomes do humor nacional estavam lá: Millôr Fernandes, Jaguar, Paulo Caruso, Lan, Nani, e Ziraldo, entre outros. Houvesse, na...

Coluna

DIRCEU, O PARANÓICO

Rio - Outro dia, fiquei sabendo pelo escritor Zuenir Ventura que o jornalista escritor e cartunista mineiro Dirceu Ferreira, exilado há mais de 20 anos em Araxá, sua cidade natal, lançou mais uma de suas obras, o livro “Tirem a Piscina que eu Quero Pular”, com ilustrações do Nani, outro mineiro tale...

Coluna

OS BLOCOS E OS BOTECOS

Rio - Duas instituições tradicionais do Rio que não podem deixar de existir: os blocos e os botecos.  Os blocos, assim como os botecos, não param de crescer na cidade. Já são centenas. Milhares, até. Democráticos, versáteis e animados. Os blocos, como os botecos, são instituições onde não há c...

Coluna

ARLINDO CRUZ E O DISCO DO PASTOR

Rio – Conheci Arlindinho - era assim que Arlindo Cruz era conhecido - no tempo em que nós (eu e Irene) morávamos ao lado da quadra do Cacique de Ramos – ou foi no “Pagode do Arlindinho”, na Padre Telêmaco, em Cascadura? Não lembro. Arlindinho - desde os tempos em que, na quadra do Cacique, ficava...

Coluna

MENDONÇA, UM ÍDOLO

RIO - Todas as torcidas estão em busca de ídolos, sejam eles quem forem. E não há muitos no futebol de hoje. Parafraseando Belchior: nossos ídolos ainda são os mesmos... No Botafogo não é diferente. Os grandes ídolos do alvi-negro são do passado: Nilton Santos, Garrincha, Jairzinho, Paul...

Coluna

CONFESSO QUE ROUBEI

Rio - Roubei esse título de uma crônica do Jaguar. No texto, Jaguar confessa que roubava livros dos hotéis em que se hospedava. Sem nenhum pudor, ele entrega: "O primeiro que roubei foi "Pergunte ao Pó", de John Fante; num hotel em Búzios. Outro: "Memórias de um velho safado", de Bukowski; num...

Coluna

O PRIMEIRO BAR A GENTE NUNCA ESQUECE

"Fui preso três vezes: por ser jornalista, radialista e humorista. Se soubesse, seria corrupto". (Ediel) Rio - Sempre quis ter a grana do Eike Batista. Não deu. Mas, finalmente, nós temos algo em comum: fomos presos no mesmo presídio. Em uma das vezes em que fui levado para o préd...

Coluna

SEXO VIRTUAL

Ilustração: Ediel Ribeiro Rio – Mesmo na cidade grande, o homem vive só. Em muitos casos, a internet é a única companheira.  A tecnologia aproximou as pessoas, fomentou amizade, criou laços. A máquina nunca vai substituir totalmente o homem. Nem o sexo virtual vai substituir o sex...

Coluna

EU, JAGUAR E NOSSAS BONECAS INFLÁVEIS

Rio - Mulher é tão fácil que até pobre tem, dizem. Mas, nem sempre foi assim. E na época em que mulher era difícil, as bonecas infláveis faziam o maior sucesso. Henfil já estava morando há alguns anos nos Estados Unidos - cuidando da hemofilia e tentando vender pros gringos os Fradins, a Graún...

Coluna

PAULO FRANCIS NU E CRU

Rio - Paulo Francis entrou na minha vida, e de tantos de minha geração, a partir dos anos 70, quando passou a escrever no “O Pasquim”. Em 1976 ganhei dele o livro “Paulo Francis nu e cru”, onde ele escreveu: “Sempre escrevi rápido, pensei rápido e vivi rápido.” Faz este mês, 22 anos que Franci...

Coluna

JAAB

Rio - Guidacci conhece mais o jornalista e escritor, JAAB do que eu. São amigos.  Aliás, foi o Guidacci que entregou o JAAB para o Nani, quando ele sumiu com o bolo de aniversário do cartunista mineiro, na hora dos parabéns. Reviraram toda a redação do “O Pasquim” a procura do bolo. “Por onde...

Coluna

OBRIGADO, MADRINHA!

Rio - Beth Carvalho com quem tomei muitas cervejas nas rodas de samba, no Cacique de Ramos, foi, mais uma vez, cantar no céu. Bem antes de ir morar na Rua Uranos, ao lado do Cacique de Ramos, eu já frequentava as rodas de pagode que Bira, Ubirany, Sereno, Zeca Pagodinho, Sombrinha e outros bambas...

Coluna

O FIM DAS LIVRARIAS

Rio - Depois dos cinemas e dos jornais de papel, chegam ao fim as livrarias. Os grandes ícones da cultura estão fechando as portas. Já escrevi aqui, neste espaço, sobre o do fim dos jornais de papel, agora, são as livrarias que agonizam. Meus netos, Adam e Lizzy, só ouvirão falar das arqueológ...

Coluna

PREPAREM AS MALAS...VAMOS VIAJAR

Rio - O presidente Bolsonaro tem viajado tanto que o Palácio do Planalto já está pensando em lançar o programa “Minhas Milhas, Minha Vida”. Em menos de cinco meses, o Itamaraty já gastou 13 milhões com as viagens presidenciais ao exterior. Jair Bolsonaro, já visitou a Suíça, Estados Unidos - d...

Coluna

DESMENTINDO O PRESIDENTE

Rio - Se tem um órgão do Governo Federal que trabalha - e muito - é o Departamento de Recuos e Desmentidos.  Ligado à Secretaria de Comunicação - SECOM, ele funciona numa salinha nos fundos do Palácio do Planalto, sob o comando do secretário especial Fábio Wajngarten. Todo mundo sabe que uma d...

Coluna

UM PAÍS GOVERNADO PELO WHATSAPP

Rio - O Presidente Jair Bolsonaro e seus filhos têm usado tanto o WhatsApp para se dirigir a nação que não é demais prever que, num futuro próximo, para diminuir os ataques às instituições e a língua portuguesa, o aplicativo diminua para 140 caracteres suas mensagens, assim como era o twitter. Nã...

Coluna

FREUD, WILDE E BUKOWSKI

RIO - Sonhei que estava sentado num bar bebendo com Freud, Oscar Wilde e Charles Bukowski.  O bar é sujo, mais do que um pouco decadente. Por entre as mesas vazias quase se pode sentir o cheiro da cerveja e dos cigarros amassados no chão. Freud fala da mãe de Charles. Divulgação W...

Coluna

O CAMAROTE DA RÁDIO GLOBO

Rio - Custou, leitor, mas pintou uma boca-livre. Jornalista, vocês sabem, só é convidado pra mesa-redonda, que apesar do nome, não pinta nada pra comer. Outro dia, quando soube do camarote da Rádio Globo, no Maracanã, decidi: tô dentro. Mesmo sem convite, não dava  pra perder. Apliquei o ve...

Coluna

CASA DE BÊBADO NÃO TEM BATENTE

Rio - Chegamos, eu e minha mulher, Irene, com duas horas de atraso em Pedra de Guaratiba, bairro carioca com ares de povoado de pescadores, na Zona Oeste do Rio. Fomos entrevistar Elson do Forrogode - cantor, compositor e boêmio - para o "Jornal do Rádio", um tabloíde especializado em música que...

Coluna

EU SOU SELARÓN

Rio - Pra quem já frequentou - ou morou - na Lapa, é natural já ter esbarrado com um sujeito bigodudo, sem camisa, de short vermelho, pedalando uma velha bicicleta pelas ruas do bairro.  Era Jorge Selarón, um pintor e ceramista chileno, radicado no Rio de Janeiro, que ficou famoso por seu quadros...

Coluna

O BECO DO RATO

Rio - Conheci o cartunista Ykenga no tempo em que ele trabalhava aqui, no jornal O Dia. Foi ele que me levou para conhecer o “Beco do Rato”. O butiquim - com “u”, como o carioca fala - não poderia ser mais bem localizado. Fica na rua Joaquim Silva, 11, na Lapa. Entre os Arcos da Lapa, a Sala Cecí...

Coluna

UM PAÍS DE CÍNICOS

Rio - Lula é um cínico. Não sabe quem é o dono do sítio de Atibaia. Não conhece o dono do triplex. Não sabe quem roubou a Petrobras. Nunca viu os donos da Friboi. Nem sabe quem bateu a carteira do Brasil. Fernando Haddad, foi Ministro da Educação de 2005 a 2012 - nos governos Lula e Di...

Coluna

OS DITADORES E A CULTURA

Rio - As primeiras vítimas dos governos autoritários e dos ditadores, são sempre a cultura e a imprensa. Esta postura, na realidade, sempre foi uma constante ao longo da história.  Desde a Grécia antiga, os ditadores mais cínicos sempre combateram os intelectuais, as faculdades e a cultura em...

Coluna

OS FILHOS DO CAPITÃO

Rio - Quem se lembra de "Os Sobrinhos do Capitão"?  Foi uma tirinha de quadrinhos criada pelo alemão, naturalizado norte-americano, Rudolph Dirks, em 1897, nos Estados Unidos e que fez muito sucesso no Brasil, distribuída pela United Features.  "Os sobrinhos do Capitão" - que, ao contrário do...

Coluna

O SLAM E OS POETAS DE MOGI

Rio - Quem lê os cadernos de cultura dos jornais, os folhetins e os segundos cadernos, deve estar se perguntando "que fim levou a poesia?" Lembra quando esses cadernos publicavam crônicas, contos e poesias? Todos os jornais do país tinha suas coluna de crônicas, contos e poesias. Lembro dos t...

Coluna

MINHA PAIXÃO POR BÚZIOS

Rio - Sempre fui muito urbano, transitei por grandes cidades. Nasci no Rio de Janeiro, passei parte da infância em João Pessoa, na Paraíba, e boa parte da adolescência entre Minas Gerais e São Paulo. Tudo fluía bem na minha vida, entre metrópoles urbanas e agitadas, até que, no carnaval de 1978,...

Coluna

MARCUS LUCENNA, NA CORTE DO JAGUAR

Rio - Tom Jobim era fã de João do Vale e das coisas do Nordeste. Numa entrevista para "O Pasquim" ele disse: "Se eu fosse editor, ia buscar coisas no Nordeste. As coisas mais geniais do mundo estão lá".   Ouvimos o mestre, e fomos, eu e o cartunista Netto, entrevistar Marcus Lucenna, músico, canto...

Coluna

CARLOS ZÉFIRO, O REI DA SACANAGEM

RIO - Eu sou do tempo das revistinhas do Carlos Zéfiro.  Zéfiro era um cartunista que escrevia putaria. Quem tem mais de 40 anos, sabe do que eu tô falando. Na época, no Brasil, não existia "Playboy", "Ele e Ela", "Penthouse"... Essas revistas de mulher pelada. Internet, nem pensar....

Coluna

BISCOITO GLOBO

Rio – Quem nunca comeu "Biscoito Globo", que atire a primeira bolacha. Isso mesmo, bolacha. Afinal, a famosa iguaria carioca foi criada em São Paulo. O paulista Milton Ponce veio de São Paulo aos 16 anos, acompanhado do patrão e de um primo para vender nas praias cariocas as bolachas que apren...

Coluna

A TRIBUNA DE HÉLIO FERNANDES

Rio - Eu rodava o "Cartoon" - um tablóide de humor, lançado no final da década de 80 - na "Tribuna da Imprensa". A "Tribuna da Imprensa" - lendário jornal, editado pelo jornalista Hélio Fernandes, irmão do cartunista Millôr Fernandes - ficava alí na Rua do Lavradio, 98, na Lapa, num casarão de tr...

Coluna

ALEGRIA, ALEGRIA

Rio - Sou fã de Caetano Veloso.  O baiano é o autor de uma das músicas mais emblemática da MPB: "Alegria, Alegria".  A canção, composta por Caetano Veloso em 1967, foi o marco inicial do movimento "Tropicália". Sua letra reflete a repressão do período militar no Brasil, que artistas como Ca...

Coluna

Dona Nelma

Rio - Todos que, como eu, já subiram a Ladeira Saint Roman, na zona sul carioca, em direção a sede do "O Pasquim", já esbarraram, na entrada, com a figura de uma senhora carismática, e extremamente simpática. Era Dona Nelma. Nelma Quadros era a secretária de redação de "O Pasquim". Na verdade,...

Coluna

ATÉ AÍ MORREU NEVES

Rio - Foi no ano passado. Num dia frio de agosto, que Wilson das Neves foi tocar no céu. Baterista, percussionista, cantor e compositor, Das Neves - como era conhecido - era um dos mais talentosos baterista do Brasil. Festejado e querido em todo o meio musical. Conheci "Seu Das Neves" nos anos...

Coluna

OS FILMES DA MINHA VIDA

Rio - Eu tinha doze anos quando fui, com minha mãe, morar na Paraíba. Perto da minha casa morava um senhor de aproximadamente 78 anos. Ele tinha o rosto desenhado por fortes marcas de expressão e um olho de vidro. Meus amigos morriam de medo dele. Eu não! Gostava dele. Ele era um homem alto...

Coluna

PORQUE ME DECEPCIONEI COM O PT

RIO - Eu ainda era um jovem - que engatinhava no jornalismo - quando me identifiquei com os ideais do Partido dos Trabalhadores. Hoje - mais de vinte anos depois - estamos assistindo, nas ruas, um show de horror político, protagonizado pelo partido. Minha recente indignação com o PT se transfo...

Coluna

O ADEUS À ALFREDINHO DO BIP-BIP

Rio - "É proibido batucar nas mesas". Se você é de frequentar botecos, já deve ter dado de cara com esse simpático aviso. Felizmente, nem todo dono de botequim é ruim da cabeça ou doente do pé. E as rodas de samba tomaram de assalto (calma, leitor, é só força de expressão) os botequins do Rio....

Coluna

O FIM DO PETISCO DA VILA

Rio - Fiquei triste com a notícia do fechamento do Petisco da Vila.   A Vila já havia perdido, recentemente, o Bar do Costa, a uma quadra dali, na Torres Homem, esquina com a Visconde de Abaeté.   Outro ícone da boemia do bairro, o Bar do Costa dividia...

Coluna

CHICO & ALAÍDE

Rio - Dia desses, li nos jornais, que o botequim dos simpáticos Francisco Chagas e Alaíde Carneiro, duas lendas da gastronomia carioca, fechou as portas, vítima da crise que assola o Rio de Janeiro.   Lembrei que, da última vez que estive lá, saboreando...

Coluna

O GENIAL, ALCEU PENA

Rio - Se contar, ninguém acredita. Pode parecer exagero, mas, talvez, o primeiro contato que eu tive com o desenho, aos cinco anos, foi através do trabalho de Alceu Penna.   Alceu foi o primeiro desenhista que eu admirei. Eu era criança, nem imaginava que viria a ser...

Coluna

O PREFÁCIO DO HENFIL E O MEU

Capa do livro "Hiroshima, Meu Humor" Rio - Estou terminando meu livro e vou convidar para escrever o prefácio um cara que eu admiro muito. Um cara que, na minha opinião, é o melhor cartunista do Brasil. Espero que ele me dê a honra de participar...

Coluna

ALMIR GUINETO, UM BAMBA

Almir Guineto (Foto: Divulgação) Rio - Já conhecia Almir Guineto das rodas de samba do Bloco Carnavalesco Cacique de Ramos.  Compositor de grandes sucessos, destacava-se, também,  pelo modo extremamente original de executar o banjo - instrument...

Coluna

A CASA DA CACHAÇA

Casa da cachaça (Foto: Divulgação) Rio - A Rua Mem de Sá, na Lapa, como toda rua que se preza,  tinha um bar.  Para ser franco, faltava muito pra ser um bar. Era um pé-sujo. Pequeno. Pequenino. Miudinho, até. Tipo bunda-de-fora....

Coluna

ADAIL, UM CARTUNISTA NO TOM CERTO

Adail por Ediel Ribeiro Rio – Como cartunista é impossível não ser fã do Adail. Conheci Adail há mais de 20 anos. Éramos vizinhos. Trabalhamos juntos no "O Municipal" – jornal onde, por sinal, Ibrahim Sued começ...

Coluna

OTÉLO CAÇADOR, 13 ANOS SEM O CARTUNISTA

Otélo Caçador (Foto: Arquivo pessoal do artista) Rio - O jornalista e cartunista Otélo Caçador - se vivo fosse - faria esse ano 93 anos. Otélo, para quem não lembra, fez durante 33 anos uma página de humor - Penalty - no jornal &quot...

Coluna

AMIGOS ATEUS

Carlos Jorge Guidacci (Foto: Divulgação) Rio - Tenho amigos católicos, umbandistas, evangélicos e ateus. Graças à Deus.   De todos, os mais enigmáticos são os ateus.   Apesar de não acreditar em Deus,...

Coluna

NANI, O MAIOR CARTUNISTA NANICO

  Rio - Conheci Nani em 1988, aqui n´O Dia, quando ele publicava a tira Vereda Tropical, no Caderno D. A tira - atual, ainda hoje - satirizava a situação político-social do Brasil. Os personagens principais eram: Veizim, um velho índio amarelo...

Coluna

PENA BRANCA

Rio - Conheci Octávio Ribeiro em 77, no O Pasquim, quando ele me presenteou com seu livro, "Barra Pesada".   Trazido pelo Henfil, a entrevista com o Pena Branca - como era conhecido nas redações, por causa de uma mecha de cabelos brancos -, virou séri...

Coluna

JOEL TEIXEIRA, UM SORRISO AMIGO

  Rio - Conheci Joel Teixeira nos anos 80, tempo em que ele frequentava as rodas de samba do subúrbio cantando seus sucessos "Mané Carvoeiro", "Jura", "Amanheceu" e "Pagode do Cumpadre", entre outros. Bebemos muito nas noit...

Coluna

MUDANÇAS

  Rio - Minha primeira coluna de 2019. Vou aproveitar a mudança de ano para falar de mudanças na vida.  Depois de fazer 50 anos, eu deixei um casamento de 23 anos e um emprego que não me realizava profissionalmente.   Deixar um mau relacionam...

Coluna

FORTUNA, O CARTUNISTA DOS CARTUNISTAS

  Rio - O poeta e romancista, Jorge Luis Borges dizia que o escritor publica um livro para livra-se dele.  Lembrei do Fortuna.   Fortuna era exatamente o contrário. Não queria se livrar de suas criações. Extremamente metódico e...

Coluna

O ENOCHATO

imagem ilustrativa   Rio - O "enochato" é o sujeito que você convida pra tomar um vinho e ele chega na sua casa com uma caixa de madeira, embaixo do braço, com uma garrafa de vinho e uma taça.    Só para te esnobar. &...

Coluna

O CARTOON

Rio - "O Cartoon", um tabloide de humor, lançado por mim, há quinze anos atrás, foi um negócio de doido.   Em todos os sentidos.   Eu tinha um bar na Lapa.   "Retiro dos Artistas" (Rua do Lavradio, esquina com Rua do Riachu...

Coluna

ODEIO LUIZ CARLOS MACIEL

Rio - Acredite se quiser, leitor, eu tinha apenas quinze anos e já odiava Luiz Carlos Maciel.   Nessa idade, eu já publicava meus primeiros desenhos em jornais de bairro, de sindicatos e até já tinha emplacado uma caricatura do jornalista Nelson Rodrigue...

Coluna

A CASA COR-DE-ROSA

RIO - Fui adolescente nos anos 70.   Era o auge da ditadura no Brasil, vivíamos em pleno AI-5.   Estudantes, artistas, escritores, jornalistas e sindicalistas sumiam no ar, como fumaça.   Mas nosso grupo de amigos - embora bem resistentes às leis ou...

Coluna

CARTOLA, O SHAKESPEARE DO MORRO

  Rio - A crônica de hoje é uma homenagem ao cantor, músico e compositor Angenor de Oliveira, mais conhecido como Cartola. Cartola é considerado por músicos e críticos como o mais importante sambista brasileiro. E o mais original. A com...

Coluna

MUSSUM E A MORTE

Antônio Carlos de Santana Bernardes Gomes "Mussum". (Divulgação)   Rio - Eu tinha um bar em Ramos, perto da quadra do Bloco Cacique de Ramos, na Rua Uranos.   Quando acabava a roda de samba, de madrugada, os pagodeiros passavam por l&aacu...

Coluna

O ÚLTIMO TANGO

Rio - Fui ver "50 Tons de Cinza" com a mesma expectativa que em 1979 vi "O Último Tango em Paris".   Fiquei decepcionado. Cinquenta Tons de Cinza é um filme mal contado, oportunista e absurdamente constrangedor. Não há nada de moralista em m...