14,Nov
Cidades

Sirene toca por engano em Santa Bárbara e mineradora de ouro reconhece 'transtorno'

Sistema de sirenes de emergência da AngloGold foi acionado acidentalmente (Foto: AngloGold Ashanti)

Os moradores de Santa Bárbara, na região Central de Minas, ouviram neste sábado (25) o soar de sirenes que alertam sobre o risco de rompimento de barragem. O som que provocou susto na população, porém, foi emitido por engano.

A falha, conforme a mineradora de ouro AngloGold Ashanti, aconteceu durante um treinamento preventivo em caso de ruptura da mina de Gongo Soco, que pertence à Vale. "Durante um processo interno nesta preparação, hoje, dia 25 de maio, houve o acionamento inesperado por um período máximo de três segundos de duas sirenes localizadas na região de Santa Quitéria e Praia, próxima à Barra Feliz".

Santa Bárbara é um dos três municípios que estão na rota da lama em caso de ruptura da mina localizada em Barão de Cocais. Por isso, a Defesa Civil da cidade testou o sistema de alarme da AngloGold, que tocou acidentalmente.

"Imediatamente, a empresa cessou o toque e mobilizou equipe para esclarecer a situação junto à comunidade e às autoridades competentes", informou a mineradora de ouro.

Em comunicado, a empresa ainda pediu desculpas pelo equivoco e reforçou que "todas as suas barragens estão estáveis e não apresentam riscos. A empresa reafirma seu compromisso junto à comunidade de sempre estar à disposição para colaborar", destacou.

Segurança

A AngloGold garantiu que, desde 2016, realiza encontro com os moradores da região para apresentar e esclarecer sobre os procedimentos de segurança em caso de um possível rompimento de barragem.

Produtora de ouro

A AngloGold é uma das maiores produtoras de ouro do mundo no Brasil. Ela possui minas e plantas metalúrgicas em Minas Gerais e Goiás. No mundo, a mineradora tem operações em nove países, gerando mais de 60 mil empregos. No Brasil, as operações respondem por 15% da produção global de ouro do grupo.

Comentários